Battlefield 4: Veja tudo que se sabe até agora

Apesar de terem anunciado Battlefield 4 ao promoverem um beta exclusivo para quem reservar o novo Medal of Honor, a EA e a DICE asseguraram hoje que Battlefield 3 segue sendo prioridade para elas e continuará a receber suporte.

Segundo a DICE, seu estúdio é grande o suficiente para ser dividido em diferentes equipes ou times de desenvolvimento. Eles garantem que os DLCs do jogo continuarão saindo regularmente, assim como eventuais updates para garantir o bom funcionamento das partidas online. Até o distante Battlefield: Bad Company 2 continuará recebendo suporte da produtora.


Já o beta de Battlefield 4 foi confirmado para o outono americano de 2013 (quarto trimestre do ano que vem) e o jogo também sairá no final do ano. Isso quer dizer que os testes serão bem próximos do lançamento da versão final, que deverá ocorrer em outubro ou novembro.


A DICE também disse que existirão outras formas para os jogadores participarem do período do beta, além de comprar Medal of Honor: Warfighter antecipadamente.


A produtora ainda revelou que Battlefield 4 terá upgrades e algumas funcionalidades que não apareceram no terceiro episódio, como o modo espectador para as partidas online, o Battle Recorder (possivelmente uma forma de gravar suas partidas e divulga-las), melhor suporte ao eSports (as competições digitais) e melhorias na tecnologia de VoIP.



A Electronic Arts confirmou o lançamento do quarto capítulo da série de guerra “Battlefield” ainda para este ano.
O anúncio foi feito durante a GDC (Game Developer Conference), feira de jogos eletrônicos que acontece até sexta-feira (29) em San Francisco (EUA).

"Battlefield 4", jogo de tiro da Electronic Arts
“Battlefield 4”, jogo de tiro da Electronic Arts
Com mais de 65 milhões de jogadores em todo o mundo, a franquia de tiro em primeira pessoa utilizará o novo motor gráfico Frostbite 3, que segundo a EA e o Dice, estúdio responsável pelo desenvolvimento do game, dará mais realismo às animações, personagens, tiros e explosões.
“Battlefield” é o jogo com saída mais rápida da EA e prioriza uma “experiência realista de guerra” –diferente de seu concorrente direto, o recordista de vendas “Call of Duty”, da Activision.
“Battlefield 3”, que chegou há mais de um ano nas lojas, comercializou 6,5 milhões de cópias –é o jogo com saída mais rápida da EA, mas não chega perto dos números de “CoD”, que vendeu 8 milhões de unidades apenas durante as primeiras 24h em novembro do ano passado.
Os jogadores vão aprender a trabalhar juntos tanto no modo campanha como no multiplayer, enviando ordens ao esquadrão e comparando suas conquistas em ambas as experiências. As aventuras e competições ocorrerão em uma série de belíssimos locais, contrastando com a ambientação detalhada, criados com o melhor design de arte e áudio dos jogos de tiro modernos.
Segundo a EA, no modo campanha os jogadores irão conhecer ambientes gigantescos, poderão comandar frotas de veículos e colegas do esquadrão.
“Battlefield 4” já está em pré-venda no Brasil, por meio da loja virtual Origin. O game custa R$ 100 (ou R$ 140 pela edição de luxo).

Comentários

Sem Spoiler Por favor.