Homem ataca criança apos partida de Call of Duty Black Ops

Mark Bradford de 46 anos, foi vencido por uma criança de 10 anos numa partida online de Call of Duty Black Ops.
A criança o teria ofendido(chamado de um nome após ter matado o personagem), apos o ocorrido  Bradford rastreou o endereço da criança e foi até a casa dela, entrou pela porta da frente e ao encontrar o garoto ele o agarrou pelo pescoço com as duas mãos, quando a mãe do garoto apareceu e interveio e Bradford saiu andando sem falar nada.
O promotor Gareth Warden disse que o garoto sofreu apenas uma pequena cicatris e marcas no pescoço.

Bradford alegou não saber o que estava fazendo relatou que havia jogado o dia todo e o garoto o venceu e não calava a boca, e ele acabou perdendo a razão em um momento de loucura.
tão falou que voltou a ver o garoto depois do incidente e se desculpou com ele e até já jogaram novamente online.

Tracey Baker advogada do réu tambem alegou que Bradford foi provocado pela criança e que seu cliente teve problemas de saúde mental e o ataque não foi planejado.
Bradford  foi solto sobre fiança e deve se apresentar a corte dia 24 de Outubro.

PS: Bom todos já ouvimos a famosa “opera” sobre como os games violentos “influenciam ” “crianças inocentes”  a cometerem atos violentos, agora temo que comecem a dizer que nem os adultos escapam de seus efeitos, apesar de toda teoria psicológica de que a mente adulta já esta bem formada e é mais difícil de influenciar. Mas quando se procura um bode expiatório para culpar pela violência da sociedade o vidio game sempre parece um alvo tentador demais para se ignorar.

Sem Comentários

Adicionar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *