Review: A Teia Ep01

a teia300

 A teia – 2014

Roteiro: Báulio Mantovani e Carolina Kotscho Produção: Rogério Gomes Direção: Pedro Vasconcelos, Rogério Gomes Elenco: Paulo Vilhena, Andréia Horta, Fernando Alves Pinto, João Miguel, e grande elenco. Gênero: Drama/ Nacional

Uma obra com formato inédito para sua emissora, um orçamento mais extenso, diante de diversa sequência onde há tiros, explosões e objetos destruídos. Um elenco que mistura experiência e caras novas, um mix inteligente de seus diretores, dado a função em que cada personagem desenvolve. Com linguagem cotidiana, a série cumpre bem seu papel de entreter, a sincronia dos personagens é muito boa. Existe uma cena muito boa, que passa muito bem a idéia de cotídianno onde Marco Aurélio Baroni (Paulinho Vilhena) explica a marcha de um carro automático a Celeste (Andreia Horta), sua amante.

http://www.youtube.com/watch?v=JnTpFO6eVps

Tudo começa com um valioso roubo num aeroporto da nossa capital federal,  Brazília. Uma carga de ouro é roubada, por uma gangue habilidosa e calculista sob a liderança de Marco Aurélio. Para investigar esse roubo, que mexeu com a Polícia Federal, o delegado Jorge Macedo (João Miguel) vai coletar as primeiras impressões junto de seu amigo da Polícia Civíl Mariano Queiroz (Marat Descartes). Macedo então, é designado para o caso, mas impõe uma condição, que seria voltar para Fortaleza onde estão sua esposa Isabel (Ana Cecília) e sua filha Paula (Aline Peixoto).

Uma série de cara nova para muitos, bastante ambiciosa em sua proposta. Vamos agora torcer e ver se realmente a série mantém o nível ou se como na maioria de suas produções, a emissora decepcionará no final, de antemão, vale acompanhar esse resultado.

Nota: 8,5/ 10

[rev_slider Home-Page]

Comentários

Sem Spoiler Por favor.