Review: Ender´s Game – O Jogo do Exterminador

Enders-Game-O-Jogo-do-Exterminador-650x400

Ender´s Game – O Joga do Exterminador. (2013)

De Gavin Hood.

Com Harrison Ford, Asa Butterield, Hailee Steinfeld, Viola Davis, Abigail Breslin, Bem Kingsley.

Um dos dilemas mais questionados quando se trata de guerra é a legitimidade do ato de matar para não morrer, a tomada de decisões, e a disposição de fazer sacrifícios ou se sacrificar pela vitória. Baseado no livro homônimo Ender´s Game é mais um daqueles filmes em que se espera o máximo do herói/líder para se conquistar a guerra e a vitória, mas fica a dica, não espere o máximo desse filme.

No futuro a Terra é atacada pelos Formics, uma espécie de insetos alienígenas. Pegos de surpresa a humanidade sofre um flagelo no ataque, mas surpreendentemente a guerra é vencida através do ato heróico de Mazer Rackhan que no maior estilo Independence Day consegue destruir a nave mãe e salvar a os habitantes da Terra do extermínio certo com seu sacrifício, tornando-se assim uma espécie de mártir para Terra. Agora resta a humanidade se preparar para um próximo ataque e para isso inicia um programa de recrutamento e treinamento das mentes mais brilhantes entre jovens e crianças a fim de se preparar para os formics, e dentre todos os talentos está aquele que demonstra ser o prodígio destinado a liderar as forças humanas para a próxima vitória, Ender Wiggin um jovem menino que carrega todo o fardo de ser a esperança da vitória contra a raça alienígena, tendo que enfrentar, assim como os outros recrutas, a ausência da família, o duro treinamento e a carranca de Hyrum Graff um coronel linha dura que enxerga em Ender a única forma de derrotar os formics.

A coisa mais notável no filme é o excesso de atributos especiais que se da à Ender, a tentativa incessante de fazê-lo um personagem complexo o que, ao se observar bem, não é tão verdade, suas situações no filme não são muito diferente desses filmes colegial onde um tido CDF sofre bullying no corredor da escola. Não há nada em Ender que o torne de fato tão especial, alem disso há toda uma desproporção e certa falta de dimensão na relação guerra/mundo e apesar dos bons efeitos visuais O Jogo do Exterminador não passa de um filme mediano, na verdade se promete muito mais do que se entrega.

Nota: 5,5/10

mrvg-recruta-1

0 comentário em “Review: Ender´s Game – O Jogo do Exterminador”

  1. Elizabeth Resendiz

    Este filme foi recomendado por minha irmã me disse que era um dos melhores filmes que eu vi e vejo que ele estava certo . Além disso, eles sabem a maioria dos atores , o papel de Ender é ótima.

    1. OI, não entendi o que quis dizer com eles sabem a maioria dos atores. Bom o problema do filme que como apontado na review muito da subtrama não é nova Ender é só mais um cdf que sobre bullying só que a diferença é que ele é um cdf no meio de outros CDFs mas é atacado por ser mais cdf que os outros. Fora que as cenas de batalha espacial são curtas e não muito bem desenvolvidas pois se espera ver grandes batalhas em um filme como esse coisa que não acontece. E o filme é mal construído em muitos pontos como quando Enders ataca e mata o npc do jogo e seu supervisor aponta com um fato singular afirmando que nunca viu nada igual dando a entender que ha algo de especial em Enders isto é uma bobagem pois milhares de players ja tentaram atacar npcs em todos os tipos de jogos eu mesmo ja o fiz só claro eles nunca morrem. A própria simpatia que enders tem pelos inimigos não é muito bem explicada ok ele destruiu uma especie inteira mas tal especia sempre foi mostrada como sendo um inimigo não havia muito motivo para ele se sentir culpado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *