Review: Ender´s Game – O Jogo do Exterminador

Enders-Game-O-Jogo-do-Exterminador-650x400

Ender´s Game – O Joga do Exterminador. (2013)

De Gavin Hood.

Com Harrison Ford, Asa Butterield, Hailee Steinfeld, Viola Davis, Abigail Breslin, Bem Kingsley.

Um dos dilemas mais questionados quando se trata de guerra é a legitimidade do ato de matar para não morrer, a tomada de decisões, e a disposição de fazer sacrifícios ou se sacrificar pela vitória. Baseado no livro homônimo Ender´s Game é mais um daqueles filmes em que se espera o máximo do herói/líder para se conquistar a guerra e a vitória, mas fica a dica, não espere o máximo desse filme.

No futuro a Terra é atacada pelos Formics, uma espécie de insetos alienígenas. Pegos de surpresa a humanidade sofre um flagelo no ataque, mas surpreendentemente a guerra é vencida através do ato heróico de Mazer Rackhan que no maior estilo Independence Day consegue destruir a nave mãe e salvar a os habitantes da Terra do extermínio certo com seu sacrifício, tornando-se assim uma espécie de mártir para Terra. Agora resta a humanidade se preparar para um próximo ataque e para isso inicia um programa de recrutamento e treinamento das mentes mais brilhantes entre jovens e crianças a fim de se preparar para os formics, e dentre todos os talentos está aquele que demonstra ser o prodígio destinado a liderar as forças humanas para a próxima vitória, Ender Wiggin um jovem menino que carrega todo o fardo de ser a esperança da vitória contra a raça alienígena, tendo que enfrentar, assim como os outros recrutas, a ausência da família, o duro treinamento e a carranca de Hyrum Graff um coronel linha dura que enxerga em Ender a única forma de derrotar os formics.

A coisa mais notável no filme é o excesso de atributos especiais que se da à Ender, a tentativa incessante de fazê-lo um personagem complexo o que, ao se observar bem, não é tão verdade, suas situações no filme não são muito diferente desses filmes colegial onde um tido CDF sofre bullying no corredor da escola. Não há nada em Ender que o torne de fato tão especial, alem disso há toda uma desproporção e certa falta de dimensão na relação guerra/mundo e apesar dos bons efeitos visuais O Jogo do Exterminador não passa de um filme mediano, na verdade se promete muito mais do que se entrega.

Nota: 5,5/10

mrvg-recruta-1

Sem Comentários

Adicionar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *